15 de agosto de 2009

O mundo e seus idiotas

Talvez eu esteja de mal com tudo, ou talvez eu seja mais um, mas queria entender porque existem tantos idiotas.

Mark Hughes tem Tevez à disposição e prefere jogar com Robinho que, pra variar, não jogou absolutamente nada. Um jogador que corre o jogo todo e um jogador que joga uma partida boa a cada quinze, e o cidadão escolhe o segundo.

Louis van Gaal é o oposto, tem birra de brasileiro desde a época onde fracassou no Barcelona, arrumando confusão com Rivaldo. Agora no Bayern, dispensou Zé Roberto, que jogou demais hoje contra o Borussia Dortmund, dispensou Lúcio, titular em qualquer clube e seleção do mundo, e ainda por cima inventa um Badstuber na defesa do Bayern ao invés de jogar com Breno. Merece o insucesso.

Falando em Zé Roberto, notícia do Globoesporte.com: "Zé Roberto marca em goleada do Hamburgo com o pé esquerdo". Custa fazer uma manchete com nexo? A goleada do Hamburg que foi com o pé esquerdo?

Pra completar, há sempre os idiotas "fãs de esporte" da ESPN que mandam perguntas imbecis, como um perguntando se Josué tem bola pra ser capitão do Wolfsburg. Jogador sem marketing não faz sucesso no Brasil, contestavam até o Rivaldo, um dos maiores jogadores brasileiros dos últimos tempos. O losango do meio de campo do Wolfsburg só funciona porque a primeira ponta dele é Josué, que faz a marcação de toda a intermediária central, além de fazer as coberturas. Não precisa de Gilberto Silva e Felipe Melo pra marcar o meio, Josué sozinho faz isso.

2 comentários:

Lucho Cláudio disse...

Esses caras são verdadeiros "Jênios" do futebol..jeje


Estou secando o Bayern como nunca fiz, e quanto ao Hughes sou indiferente, já que pelo menos o Elano partiu!

Futebol ao Cubo disse...

Eu também, o van Gaal não merece fazer sucesso.

Não gosto do Elano também, acho um absurdo ele ser alçado como "titular absoluto" da seleção.