9 de julho de 2009

Libertadores 2009

Estudiantes e Cruzeiro empatam o primeiro jogo da final


Acabou agora pouco a primeira partida da decisão da Copa Libertadores 2009, e os finalistas não saíram do zero, muito em função da ótima atuação do goleiro Fábio, de pelo menos três boas intervenções na partida, especialmente num chute do ótimo meia Enzo Pérez, aos 17 minutos da primeira etapa, e em cabeçada do zagueiro Desábato, logo no início do segundo tempo.

Antes de prosseguir: que festa espetacular fez a torcida argentina antes do início da partida. De emocionar.




No geral, não houve um momento de intensa pressão do Estudiantes, a equipe mineira soube levar a partida, apesar do início inseguro de Ânderson, Henrique e Gérson Magrão.

Na segunda etapa, o jogo voltou mais morno do que no tempo anterior, e quem perdeu uma chance inacreditável de abrir o placar foi o Cruzeiro, mais especificamente Kléber, chutando pra fora, sem goleiro. Era a chance de vazar a meta argentina em La Plata, que termina a competição sem sofrer um gol sequer jogando em seu estádio.

Um empate fora de casa, numa decisão de Libertadores, nunca é mau resultado, só não pode virar clima de "já ganhou". Vale lembrar que, na final da Sul-americana de 2008, o Estudiantes foi derrotado em seu estádio pelo Internacional e conseguiu vencer no Beira-Rio, ainda que tenha sofrido o empate na prorrogação.

A decisão está em aberto.


Ficha Técnica:

Copa Libertadores da América - Final - Jogo 1

Estudiantes 0 x 0 Cruzeiro

Local: Estádio Ciudad de La Plata, La Plata-ARG
Árbitro: Jorge Larrionda(Paraguai)

Estudiantes: Andújar; Cellay, Desábato, Schiavi e Germán Ré; Braña, Verón, Benítez(Nuñez) e Pérez; Gastón Fernández(Salgueiro) e Boselli.
Téc.: Alejandro Sabella.

Cruzeiro: Fábio; Jonathan, Ânderson, Leonardo Silva e Gérson Magrão(Fabinho); Henrique, Marquinhos Paraná, Ramires e Wágner; Kléber e Wellington Paulista.
Téc.: Adílson Batista.

Um comentário:

Cín disse...

Oi futebol ao cubo (:
Esse tá mais bonito!
;P