11 de setembro de 2009

Agora chega, Maradona

Pronto, a Argentina está em quinto, tendo a repescagem como bom resultado, com o risco de ter que decidir sua vaga em Montevideo, já é o bastante pra parar com testes, certo? Chega de Sebá, Otamendi ou três atacantes. Chega de tentar colocar os melhores em detrimento do esquema tático. Antes que seja tarde.

Não quero ser "O cara que achou a melhor formação da Argentina", pois cada um deve ter a sua. Por isso mesmo, a minha, e suas razões:



Andújar é mais confiável que qualquer goleiro argentino. Ou alguém confia em Abbondanzieri? Carrizo? Leo Franco?

Zanetti indiscutível.

Faltou coragem para por Schiavi na zaga, pois o acho um bom zagueiro, pelo alto não perde uma. Mas iria contradizer ao tema do post, já que Schiavi jogou sua primeira partida pela seleção na derrota para o Paraguai. Sinceramente não sei se Samuel e/ou Cata Díaz já se aposentaram da seleção, mas se não, devem ser titulares. Caso Burdisso se firme na Roma nesse pouco menos de um mês pro embate contra os peruanos, é boa opção também. Melhor que Sebá, Otamendi ou Coloccini.

Heinze é discutível, mas ainda parece a melhor opção, especialmente para livrar um pouco a responsabilidade de Zanetti marcar.

Mascherano indiscutível. Já Gago vem fazendo de tudo pra se tornar uma falsa promessa. Se Cambiasso não estivesse lesionado, o volante do Real Madrid seria reserva. Vale lembrar que Verón foi expulso e não enfrenta o Peru.
Com um pouco mais de ousadia, talvez Aimar se encaixasse bem nesse time, pois contra a retranca peruana, ter quem bata de fora de área será importante.
Porém, Maradona ganhará um reforço vital: Lucho González está de volta, após um bom tempo parado. Caso jogue bem, deve e tem que ser titular, na vaga de Gago, pois é o meio termo entre o defensivo Gago e o ofensivo Aimar.

Não sou fã de Maxi Rodríguez, mas pela meia direita parece a melhor opção. Já Dátolo aproveitou bem as chances que teve desde o amistoso contra a Rússia.

No ataque, a grande questão. É muito bonitinho ver Messi, Agüero e Tevez juntos, mas convenhamos que não é o melhor dos momentos pra se jogar com esse trio, especialmente pela ausência absoluta de um time, propriamente dito.
Messi é titular, claro. A Argentina precisa de um centroavante mesmo, finalizador. Agüero finaliza bem? Sem dúvida. Tevez finaliza bem? Claro que sim. Mas não são centroavantes. Nesse caso, foi difícil escolher entre Lisandro López e Diego Milito. Porém, o jogador do Lyon tem mais o estilo finalizador.

Taticamente falando, por ter "só" dois atacantes, Messi se movimentaria pelos dois flancos e pelo meio, dificultando a marcação. Dátolo e Maxi subiriam, com apoio de Zanetti e eventualmente Heinze (desde que não faça cruzamentos, senão é tiro de meta). Gago/Lucho arma pelo centro.

Não descarto o 4-3-3, desde que não seja o trio já mencionado. Messi pela direita, Lisandro López ou Milito pelo centro e Tevez pela esquerda, aí sim pode dar certo. Apesar de não parecer, sou fã de Agüero também, mas se Fabregas é reserva na Espanha pela ordem tática, por que Agüero não seria?

Juro: não quero a Argentina fora da Copa, seria muito chato abrir um pacotinho de figurinha e ao invés de ver Messi ou Agüero, ver Cevallos ou Armero.

3 comentários:

Lucho Cláudio disse...

Quando o Lucho volver de lesão é titular certo e em qualquer posição que escolher!

Bela sacada das figurinhas! Eu também não quero que o Wanchope esteja no meu álbum e o Messi não... haha =)

Hugo Becker disse...

Também não quero a Argentina fora da Copa. E mew, lendo a sua escalação, eu me toquei: "Ué, e o Cambiasso?"... eu nem sabia que ele estava lesionado mew, o cara faz uma baita falta na proteção da zaga...

Mas de qualquer forma, a Argentina poderia convocar aquele volante argentino, o Gattuso =D

Tá, sério agora, eu acho que a Argentina fora dessa Copa com o Maradona como técnico seria uma tragédia inacreditável para eles. Além, é claro, do fato de que Maradona voltaria para o pó e morreria em dois meses, de depressão/overdose. Porque sair por baixo assim, no comando da seleção de seu país, sendo quem ele é, deve ser uma sensação doída demais, o suficiente para provocar uma recaída.

Mew, ele colocou o Schiavi pra jogar no ataque... NO ATAQUE, mew...

E o nessin é nota mil tb heuheuheuhu brasil!

=(
(P.S: tenho torcido para o Brasil, mas não conta pra ninguém)

Futebol ao Cubo disse...

Lucho, o Lucho (frase estranha) voltou hoje, jogou 68 minutos na vitória do Marseille sobre o Le Mans!

Quando o Wanchope se aposentar, ele poderia abrir uma chopperia. (by Zorra Total)


O Cambiasso está machucado desde o meio de agosto, com uma lesão no menisco. Pra mim, está num nível superior até ao de Mascherano.

Seria justo né, a Itália usa o Camoranesi e a Argentina poderia usar o Gattuso \o/

Cara, é verdade, não tinha pensado nisso. Imagina um cara que já deu uma Copa pro país ser o responsável por toda a população argentina, fanática pela seleção, ver a Copa pela tv. Realmente, dá um medo enorme dele voltar às drogas.

Quando vi o Schiavi entrando, lembrei do dia que Muricy colocou Alex Silva de atacante.