9 de novembro de 2009

Globo, a fofinha

"CBF altera a data de duas partidas da 36ª rodada

A disputa pelo título e uma das vagas para a Taça Libertadores e a luta para escapar do rebaixamento esquentam o Campeonato Brasileiro em sua reta final, e a CBF vem acompanhando os acontecimentos para realizar alterações na 36ª rodada da competição"

Notícia do GloboEsporte.com.

A frase: "... e a CBF vem acompanhando os acontecimentos para realizar alterações na 36ª rodada" é fenomenal.
Primeiro que não há o menor nexo entre o Campeonato Brasileiro esquentar com a CBF realizar alterações na tabela, e segundo que tenho a 'ligeira' sensação que a Globo tem a ver com essa mudança, já que o Palmeiras enfrenta Sport e Grêmio nas duas próximas quartas-feiras, onde, 'coincidentemente', são as datas dos jogos do Fluminense na semifinal da Copa Sul-Americana.

O que mais irrita é a conivência das pessoas. Não adianta alguém concordar com esse texto, chegar quarta-feira e assistir ao jogo do Palmeiras, pois é isso que a emissora quer. Não adianta alguém ser contra jogos de clubes em data-FIFA, chegar no final de semana e assistir aos jogos da rodada. Assim como foi ao longo de todo o ano, sábado e domingo não existirá Campeonato Brasileiro pra mim, quero que se foda que meu time enfrenta o Vitória buscando manter a liderança, que o Náutico joga a vida diante do Flamengo ou que o Fluminense tem jogo de seis pontos, o que me faz feliz é não fazer parte da milenar política do pão e circo e não aceitar o que essa emissora vomita sobre nós - com nosso consentimento.

10 comentários:

Carlos Henrique Pereira disse...

Cara, é mesmo ruim ter que assistir a esse tipo de coisa. Mas, no mercado é assim: cada empresa olhando por seus interesses. Se a CBF, que é quem comanda - a Globo é apenas a emissora defendendo seus interesses, como qualquer outra em seu lugar faria - aceita, aí fica difícil.

Entretanto, o dinheiro que a Globo paga também é de interesse da CBF e dos clubes. Portanto, é uma cadeia de jogos de interesses em que quem estiver envolvido vai defender o seu. Se formos nos apegar a esse tipo de coisa, nem torceríamos para time nenhum.

Abraço,

http://blogcraquesdebola.blogspot.com

Fernando Gonzaga disse...

você está certo meu amigo...enquanto a GLOBO manda e desmanda a CBF não tá nem aí para as alterações nas datas das partidas....se a emissora acha interessante transmitir mais de uma partida por rodada, então porque ela, não transmite um jogo no sábado e o jogo de domingo das 18:30 por exemplo!!! seria muito melhor para nós torcedores...

abraço!!

Gremista Fanático disse...

A globo se acha no direito de fazer essas alterações porque paga e assim sendo quem recebe tem que aceitar calado, é o caso do Palmeiras que achou ruim a alteração do jogo contra o Grêmio porque terá menos tempo pra recuperar alguns jogadores lesionados, mas não pode reclamar porque já aceitou antecipaçoes de jogos anteriores e esse contra o Sport.
O necogio não é aceitar ou não a imposição, porque claro, eu assisto se quero, afinal a globo é de graça pra nós telespectadores, mas o que eu acho ruim mesmo é que alguns clubes tem algumas regalias e podem alterar datas, mas quando um clube que esta envolvido nas finas da libertadores como foi o caso do Grêmio em 2007 pediu pra alterar uma data e eles não aceitaram alegando que desequilibra a competição e que não tem datas, enfim a bagunça é geral e como voce diz no seu Quem sou eu André, qualquer pessoa saberia organizar um calendario melhor do que a Cbf aliada com a globo, abração.

Saudações do Gremista Fanático

Cadê Meu Camisa 10? disse...

André concordo com o seu manifesto, e digo uma coisa, somos apaixonados por futebol, não conseguimos ficar longe e torcer contra, portanto segue a minha sugestão que é aquilo que faço, escute o jogo pelo rádio e depois veja os melhores momentos, ou às vezes até o jogo inteiro na internet..

Abs,
Cadê Meu Camisa 10?

Stéfano disse...

A relação campeonato quente e adiamento de jgoos foi sensacional...
É fogo isso de adiar jogo. acho que deveriam ser todos no mesmo horário na reta final, ao menos todos de mesmo interesse. Mas isso é fruto desse monopólio irritante da Globo.

Hugo disse...

HAHAHAHHAAHA, pra começar, ri alto com o título do post.

Mas mew, bonito, vc tem toda a razão, mas não adianta... brasileiro é acomodado DEMAIS, todo mundo se revolta mas todo mundo assiste. Isso é ideologia de um mundo irreal.

Saudações cordiais.

Mel disse...

Concordo com o que você disse e, emendando o que o Hugo falou, o brasileiro é acomodado sim, e infelizmente não só quanto a isso, é so ver como está a politica nesse país...
Sim, é revoltante ver que a Globo comanda esse país e o pensamento de muita gente, mas infelizmente é faz a melhor cobertura de jogos, não só do brasileirão... mas também é dificil perder uma final de campeonato...
Abraço.

Douglas Nunes disse...

É realmente triste ver como uma emissora manda no Futebol Brasileiro... Porém temos que admitir que é impossivel de evitar de assistir as partidas de quarta.

O Negocio é ver o crescimento da Rede Record, que pode ameaçar o dominio da Rede Globo.. Dizem até que ele pretende por as partidas as 8 horas caso consiga os direitos de transmissão o que agradou a CBF- o Problema é que se não me engano a globo já tem os direitos até 2012

http://www.futpaixaoearte.blogspot.com/


Novo blog:
http://futebolnabaixada.blogspot.com/

Flávio Santos disse...

André,

Você sabe que não concordo contigo em alguns assuntos, apesar de sempre respeitar sua opinião....

Este é um deles... a Globo não está fazendo nada de errado. Ela pagou milhões de reais e tem poder de escolha, algo que lhe é proporcionado em contrato... se há a intenção de boicotar, que se boicotem os clubes, afinal eles são os grandes culpados de tudo

Devo admitir que o texto da CBF é ridículo, assim como a justificativa contida nele!

Sobre o "pão e circo" não exporei minha opinião porque ficaríamos dias debatendo por aqui...rs...

Abraços

JLD disse...

Se fosse a Record a emissora oficial, as mudanças iam ser sempre relacionadas à programação da Globo, de modo a prejudicar o máximo possível. Enquanto não se conseguir comercializar a valores significativos os direitos de transmissão por PPV e internacional, ficaremos mesmo presos aos contratos de TV aberta, não tem jeito. Abs