14 de junho de 2010

Copa do Mundo - Dia 4 (3) - Itália 1 x 1 Paraguai

Na abertura do Grupo F, Itália e Paraguai protagonizaram uma boa partida na Cidade do Cabo, que terminou com empate em 1 x 1. Antolín Alcaraz abriu o placar para os paraguaios aos 39 do primeiro tempo, enquanto Daniele De Rossi empatou para a Azzurra aos 18 da segunda etapa.

Como esperado, a Itália veio a campo no 4-2-3-1. Sem poder contar com o lesionado Pirlo, coube a Montolivo a função de volante pela esquerda, responsável pela saída de bola italiana, já que De Rossi ficava mais como marcador. Deveria auxiliar na transição meio de campo-ataque Claudio Marchisio, mas o meia da Juventus esteve apagado durante os 59 minutos que ficou em campo.

Outro grande problema é ver Marcello Lippi achar que Iaquinta é ponta esquerda. Não faz o menor sentido, é repetir o mesmo erro de Otto Rehhagel na Grécia, que escala Samaras e Charisteas nas pontas. Iaquinta não tem velocidade, não tem drible, não tem bom passe, só na cabeça do treinador italiano que ele fará bom papel aberto por ali.


Preocupa o fato de Gianluigi Buffon ter saído no intervalo, com uma dor no nervo ciático.

O Paraguai, por sua vez, jogava num 4-4-2 "inglês"; era muito nítido as duas linhas de quatro da equipe. O lado mais ativo era o esquerdo, com o lateral Morel Rodríguez e o meia Aureliano Torres, mas ainda sim, em termos criativos, foi uma exibição apagada de toda linha.

Na frente, Haedo Valdez se esforçou bastante, ajudando a pressionar a saída de bola italiana. Quem ficou devendo foi Lucas Barrios, cuja estreia era bastante aguardada, devido aos bons amistosos preparatórios que fez, além da excelente temporada no Borussia Dortmund.


Apesar de não termos visto ainda Nova Zelândia e Eslováquia em ação, parece improvável que Itália e Paraguai deixem de se classificar.


Ficha da partida:

Itália: Buffon(46' Marchetti); Zambrotta, Cannavaro, Chiellini e Criscito; De Rossi e Montolivo; Pepe, Marchisio(59' Marchisio) e Iaquinta; Gilardino(72' Di Natale).
Téc.: Marcello Lippi.

Paraguai: Villar; Bonet, Paulo da Silva, Alcaraz e Morel Rodríguez; Vera, Victor Cáceres, Riveros e Aureliano Torres(60' Jonathan Santana); Haedo Valdez(68' Roque Santa Cruz) e Barrios(76' Óscar Cardozo).
Téc.: Gerardo Martino.

Melhor em campo FIFA: Antolín Alcaraz


Crédito dos escudos: http://escudinhos.blogspot.com

7 comentários:

carol sakurá disse...

Uau,bela análise!
Bjão!

Fernando Gonzaga disse...

infelizmente não consegui assistir este jogo, mas não me surpreendi com o sufoco que os italianos passaram, afinal toda copa é a mesma coisa para a Itália..

abraço!!!

Fernando Gonzaga disse...

infelizmente não consegui assistir este jogo, mas não me surpreendi com o sufoco que os italianos passaram, afinal toda copa é a mesma coisa para a Itália..

abraço!!!

Fernando Gonzaga disse...

infelizmente não consegui assistir este jogo, mas não me surpreendi com o sufoco que os italianos passaram, afinal toda copa é a mesma coisa para a Itália..

abraço!!!

Fernando Gonzaga disse...

infelizmente não consegui assistir este jogo, mas não me surpreendi com o sufoco que os italianos passaram, afinal toda copa é a mesma coisa para a Itália..

abraço!!!

Fernando Gonzaga disse...

infelizmente não consegui assistir este jogo, mas não me surpreendi com o sufoco que os italianos passaram, afinal toda copa é a mesma coisa para a Itália..

abraço!!!

Gigante Colorado disse...

1º lugar, hein???
PARABENS!!! Não vai ganhar nada!
auishdiuahsduiahsiduhaiushdiuahsiud

http://gigante-colorado.blogspot.com/2010/06/quando-comeca-copa.html