24 de junho de 2010

Copa do Mundo - Dia 14 (2): Holanda x Eslováquia, Paraguai x Japão

Só faltam dois. Nesta quinta-feira, o penúltimo dia de definição das oitavas-de-final terminou com os cruzamentos de Holanda x Eslováquia e Paraguai x Japão, dias 28 e 29, respectivamente.

Japão e Dinamarca fizeram duelo direto por vaga. Os asiáticos jogavam pelo empate, mas abriram 2 x 0 logo no primeiro tempo, com gols de falta, um de Keisuke Honda (17') e outro de Endo (30'), praticamente matando o jogo. Jon Dahl Tomasson (81'), no rebote do pênalti que ele próprio perdeu, descontou, e se tornou o maior artilheiro da história da Dinamarca, tal qual esse blogueiro já havia destacado no pré-Copa, empatando com Poul Nielsen em 52 gols.
No fim da partida, após grande jogada de Honda, Okazaki (87') definiu o 3 x 1.

O Japão se posta num 4-1-4-1. No CSKA Moscou, Honda atua como meia, mas Takeshi Okada achou uma posição interessante pra ele no ataque, deslocando Okubo, com mais características de centroavante, pra esquerda. O contra-ataque japonês é muito veloz.


Além de Honda e de uma dupla de zaga muito boa, o ponto forte desse time é o trio de meias Matsui-Hasebe-Endo, que se completam: o primeiro tem características dribladoras, de jogar como ponta; o segundo é um volante de bom passe e liderança, capitão do time; o terceiro é um meia ofensivo, talentoso, eleito o melhor jogador asiático de 2009.

Eu pensaria duas vezes em cravar o Paraguai como favorito.

À parte todo mérito japonês, a Dinamarca parecia que já estava eliminada antes da partida. Em nenhum momento ameaçou reverter o placar. Pífias atuações de Jorgensen e Kahlenberg, e Rommedahl não conseguiu repetir suas boas atuações dos jogos anteriores.


O primeiro gol teve falha do goleiro Sorensen. Antes da partida, vi no Spn.dk, site esportivo da Dinamarca, que Sorensen não subiu para fazer o aquecimento, e ninguém sabia o porquê. Especulava-se que havia sentido uma lesão. O fato é que entrou em campo sem um aquecimento prévio, e se isso teve alguma influência no erro, não sei.


Ficha da partida:

Dinamarca: Sorensen; Jacobsen, Agger, Kroldrup(56' Soren Larsen) e Simon Poulsen; Christian Poulsen e Jorgensen(34' Jakob Poulsen); Rommedahl, Tomasson e Kahlenberg(63' Eriksen); Bendtner.
Téc.: Morten Olsen.

Japão: Kawashima; Komano, Nakazawa, Túlio Tanaka e Nagatomo; Abe; Matsui(74' Okazaki), Hasebe, Endo(90+1' Inamoto) e Okubo(88' Konno); Keisuke Honda.
Téc.: Takeshi Okada.

Gols: Tomasson 81'; Keisuke Honda 17', Endo 30' e Okazaki 87'

Melhor em campo FIFA: Keisuke Honda


Camarões 1 x 2 Holanda

Um amistosão. Tá, pra Holanda ainda valia um pouquinho, precisava confirmar o primeiro lugar, mas até com derrota dava pra sair líder do Grupo E. Venceu, e mais do que isso: Arjen Robben voltou. Na jogada do segundo gol, foi dele o chute que explodiu na trave e sobrou para Huntelaar marcar.

A disposição tática foi exatamente a de outros jogos, e com apenas uma alteração: saiu Van der Wiel, entrou Boulahrouz. O lateral do Ajax estava pendurado, não corre riscos de perder a posição.


Camarões tende a ser uma das poucas que sairão da Copa sem pontuar. É engraçado pensar que, antes de começar o torneio, Eto'o disse que poderiam ser campeões...


Ao que tudo indica, Camarões viverá pra sempre da Copa de 1990.


Ficha da partida:

Camarões: Souleymanou; Geremi, N'Koulou(73' Rigobert Song), Mbia e Assou-Ekotto; Nguemo, Makoun, Chedjou e Bong(56' Aboubakar); Choupo-Moting(72' Idrissou) e Eto'o.
Téc.: Paul Le Guen.

Holanda: Stekelenburg; Boulahrouz, Heitinga, Mathijsen e Van Bronckhorst; Van Bommel e Nigel de Jong; Kuyt(66' Elia), Sneijder e Van der Vaart(73' Robben); Van Persie(59' Huntelaar).
Téc.: Bert van Marwijk.

Gols: Eto'o pen 65'; Van Persie 36' e Huntelaar 83'

Melhor em campo FIFA: Robin van Persie


Crédito dos escudos: http://escudinhos.blogspot.com

4 comentários:

Dassler Marques disse...

Fala André, valeu pelas visitas de sempre. Fiquei realmente surpreso como o Honda se adaptou à função de atacante. Claro, não sei se no futebol japonês ele já havia aparecido assim, mas o sucesso como 9 puro só me faz ficar mais impressionado com o potencial dele.

Abração,
Dassler

Luciano disse...

Eae Andre !

3 jogos 3 derrotas, Camarões é definitivamente minha grande decepção na Copa, e a lista continua cresecendo, Inglaterra passando em segundo suado, Costa do Marfim que esqueceu o futebol em casa e resolveu distribuir pancada, Espanha que de Fúria não tem nada...
...enfim, pra variar as seleções que chegaram badaladas passam vergonha e as desacreditadas dão show, vide Alemanha.

Abraço!

CARLOS disse...

PARABENS AO FUTEBOL AO CUBO, PELOS COMENTÁRIOS ACERTADOS E PELA QUALIDADE DESTES MESMO COMENTÁRIOS. LEIO SEMPRE E APRENDO MUITO. TENHO UM PRESENTIMENTO DE FINAL DE COPA DO MUNDO SERÁ ENTRE UM TIME DE TRADIÇAO DE COPA DO MUNTO COMO O BRASIL, E O OUTRO ADVERSÁRIO ALGUM TIME SEM TRADIÇAO EM COPAS? O QUE VOCE ACHA? ABRAÇOS

André Renato disse...

Carlos,

Na final mesmo eu acho que acabam sendo dois "grandes", mas ao menos na semifinal já está garantindo um time "menor", pois de Gana, Estados Unidos, Uruguai e Coreia do Sul sai um semifinalista! Que, inclusive, cruzará o caminho do Brasil, caso este avance.


Abraços!